No mundo da música eletrônica, uma gravadora não é necessariamente uma gigante (ou major, como se diz na indústria musical). Existem centenas de milhares de selos independentes em todo o mundo, cada um investindo nos seus artistas, músicos e objetivos específicos. A grande maioria dos selos nasce com a intenção de dar vazão a um tipo de som específico, que está sendo criado por um grupo de amigos ou colegas de uma mesma cidade. Mas um selo também podem surgir para dar apoio a uma entidade maior como um club ou festival, ou apresentar ao público artistas apadrinhados por um artista popular.

Seja como for, no Brasil temos muitos selos despontando mundo afora, e chegou a hora de apresentarmos alguns deles – e suas criações – aos brasileiros que amam música eletrônica. Para isto, criamos a série “Brazilian Spin” com músicas exclusivas no Spotify do Rio Music Conference (OUÇA AQUI). Nesta primeira edição apresentamos os selos sudd, Not For Us, Playperview, Diamond Clash, Fosfobox e PopArt. Conheça um pouco sobre alguns deles, abaixo:


A Fosfobox Records é a gravadora do club Fosfobox (RJ). O selo gira entorno da trilha sonora do club, artistas que frequentemente se apresentam no club são convidados a lançar suas produções pela gravadora, e para celebrar o lançamento é feita uma label party com o artista. Também são feitos concursos com novos talentos, onde os vencedores ganham a oportunidade de completar o line-up do evento, exposição do trabalho e suporte do club. Já a Diamond Clash Records foi criada pensando em lançar artistas nacionais, visto que na época (2009) já estava sendo produzida muita música electronica no Brasil, porém o contato com as labels estrangeiras ainda era muito difícil e essas músicas acabavam não se tornando releases oficiais. Nesses 6 anos de existência, a Diamond vem se destacando estando constantemente no playlist de grandes DJ’s e nos charts de venda dos maiores sites especializados, como por exemplo o Beatport onde atingiu o TOP #1 Funk/RnB. A gravadora não se prende a um determinado estilo, segue as mudanças naturais e foca em ser o mais abrangente possível.

Leonardo Torha, Fosfobox Records / Diamond Clash

A Not For Us é uma gravadora brasileira comandada pelos DJs/Produtores Rods Novaes e Wender A. focada em sons de pista. House e Techno construídos sob uma perspectiva criativa. São mais de 100 releases com artistas do calibre de Leo Janeiro, Volkoder, L_cio, Davis, Ney Faustini, Victor Ruiz, DJ Glen, Tripmastaz, Joeski, Raffa FL entre outros. Além disso, os lançamentos da NFU estão constantemente sob o radar de nomes como Richie Hawtin, Marco Carola, Loco Dice, Maceo Plex, Dubfire, Paco Osuna, Nicole Moudaber, Maya Jane Coles, Popof e muitos outros.

Rods Novaes, Not For Us

O Playperview nasceu de um grupo de amigos, colaboradores e um objetivo em comum. Surgiu para agilizar e facilitar o lançamento de artistas nacionais e seus próprios criadores. Com sonoridades variadas e interessantes para os apreciadores, desde 2011 o selo promove o lançamento de faixas que transitam livremente entre os variados estilos da música eletrônica.

Henrique Oliveira (HNQO), Playperview

Sudd é uma plataforma, uma base para que todos os artistas possam expressar a música como arte. Temos uma curadoria artística bem definida e feita com muito cuidado e carinho, assim como a comunicação visual do label. A ideia é juntar em um só lugar artistas em que acreditamos, e não apenas musicas ou releases. São artistas que além de bons produtores, são ótimos DJs ou músicos. Hoje, não temos intenção de ampliar muito nosso casting. É como se fossemos um núcleo, uma família com muita afinidade musical e com visões parecidas do mercado. Priorizamos artistas nacionais e releases autorais e não vemos necessidade de remixes. Sempre que escolhemos as músicas é com muita certeza de que aquele é um trabalho autêntico e muito valioso.
Renee Mussi & Ale Reis, sudd

Ouça Brazilian Spin vol. 1: