“O Brasil é um país fantástico”, diz o DJ Pete Tha Zouk

António Pedro Mendonça, 33 anos, é o nome verdadeiro do DJ português Pete Tha Zouk. O artista é considerado um dos melhores DJs do mundo e figura na famosa lista da revista inglesa DJ Mag, na 37ª posição.

Zouk se apresentou nas duas últimas edições do RMC. Este ano, ele foi a atração principal do palco Copacabana na última noite de shows.

Em entrevista exclusiva, ele fala sobre a carreia, o público brasileiro e seu novo single “Learn 2 love - L2♥”, que foi lançado nesta última quarta-feira (14/03) e teve a gravação do videoclipe realizada em Hollywood.

Entrevista concedida à Vivian Silva – Redação RMC.

Vivian Silva - O que ou quem te influenciou a seguir a carreira de DJ?
Pete Tha Zouk
- Fiz faculdade de Engenharia Eletrônica até o segundo ano, tocar como DJ era um hobbie. Só em 1993 comecei a tocar discos, na altura ainda usava ainda os toca-discos. Foi um amigo quem me ensinou como se acertava as batidas, as mesas de mistura e me apaixonei automaticamente pela discotecagem. Depois me tornei residente na Locomia, um clube em Albufeira, que levava a Portugal todos os tops DJs da época. A minha paixão pela discotecagem dura até aos dias de hoje.

Vivian Silva - Esta semana você lançou o single “Learn 2 love - L2♥”. Me fale um pouco sobre sua nova música.
Pete Tha Zouk -
É uma parceria com a vocalista/DJ Rae a ideia surgiu numa perfeita sintonia quando resolvemos marcar uma sessão de estúdio em Portugal, adaptamos mutuamente uma base instrumental que eu tinha com a vocal dela e achamos que teria uma boa mensagem, bem como a sua sonoridade que é uma linha bastante atual. As influências vêm de tantos outros artistas e DJs que estão produzindo, mas conseguimos imprimir de alguma forma um cunho bem pessoal ao Learn 2 Love.

Vivian Silva - Como surgiu a parceria com a cantora e DJ Rae?
Pete Tha Zouk -
Existe uma relação muito boa e antiga entre a editora a que ela está ligada, a Defected, e a minha agência (WDB) e foi no ADE (Amsterdam Dance Event) que surgiu esta colaboração mais estreita.


Vivian Silva - Como foi filmar o clipe de "Learn 2 love - L2♥” em Hollywood?
Pete Tha Zouk -
Uma verdadeira aventura (risos)... Começamos às 8h da manhã e terminamos por volta das 3h da madrugada... Foi um dia muito longo, numa cidade fantástica! Tive de conduzir o Cadillac por mais de 6 horas e atravessamos todos os pontos principais de Los Angeles. Estava um frio intenso, embora isso não apareça no vídeo, não foi fácil. Chegamos a ser detidos pela polícia da cidade, mas tínhamos todas as licenças para filmar. Foi uma sensação fantástica, pois as pessoas que nos viam na rua durante a filmagem achavam que era a gravação de algum filme (risos) e olhavam com curiosidade.

Vivian Silva - Quais são suas influências musicais?
Pete Tha Zouk -
As minhas influências começaram com ritmos bem tribais, daí o meu nome ter essa particularidade "Zouk", mas fui evoluindo e acompanhei os mais variados estilos que surgiram e os implementei nos meus sets. Muitos são os DJs e produtores que me influenciam atualmente, destaco sem dúvida Swedish House Mafia, Kaskade, Calvin Harris, KeeMo entre muitos outros!

Vivian Silva - De 2010 para 2011, você subiu da 81ª posição para 37ª no ranking da revista inglesa DJ Mag. Como foi saber deste resultado? A que você atribui isto?
Pete Tha Zouk -
Há muito trabalho tanto meu como da minha equipe na WDB Management. Estar entre os 40 melhores DJs do mundo é uma honra e um privilégio. É a posição mais alta de um DJ português e isso me deixa muito orgulhoso, com vontade de fazer mais e melhor! Esta classificação é, sem dúvida, a mais reconhecida internacionalmente. A prova é que nos dias seguintes choveram pedidos de várias partes do mundo. Significa também que se abrem mais portas de mais países, eventos e festivais de maiores dimensões.

Vivian Silva - Zouk, você já se apresentou no Brasil diversas vezes, inclusive no RMC. O que você acha do público brasileiro em comparação com outros públicos?
Pete Tha Zouk -
O Brasil é um país fantástico, com um público incrivelmente energético e cada vez mais exigente com a música eletrônica! É realmente brutal a forma e a rapidez de consumo de toda esta área musical! São efusivos e com atitude, tanto em clubes como em festivais! Cada vez mais adoro tocar no Brasil. O carinho que os meus fãs brasileiros demostram cresce de forma incrivel também!

Vivian Silva - Você conhece e gosta de algum DJ/produtor brasileiro? Qual (is)?
Pete Tha Zouk –
Vários! Eles mostram ao mundo que o Brasil tem um grande potencial na produção em variadíssimas vertentes... Nomes como Gui Boratto, Felguk, DJ Meme, Tiko's Groove, Marcelinho Cic, Mario Fischetti entre outros. Toco temas originais e remixes de todos eles pelo mundo e têm uma boa receptividade.

Vivian Silva – Como é conciliar a vida pessoal com a carreira de DJ, que tem muitas viagens?
Pete Tha Zouk –
É complicado, mas depois de mais de uma década de carreira também é a minha “rotina”. As coisas foram gradualmente subindo, a minha carreira tem sido desenvolvida de uma forma sustentada, antigamente trabalhava sozinho, hoje em dia tenho uma equipa de pessoas que trabalham, diariamente, para a marca Pete Tha Zouk, tenho managers, brand manager, road manager e uma agência que trata de tudo, assim também posso ter qualidade de vida no meu cotidiano.

Vivian Silva – Quer deixar uma mensagem aos fãs brasileiros?
Pete Tha Zouk –
Muito obrigado por todo o apoio e carinho. Desde sempre fui recebido muito bem e com extremo respeito e simpatia por todo o Brasil! Grande Abraço!

Serviço:
Mais informações sobre o Pete Tha Zouk acesse: fan page e Soundcloud

Link relacionado:
Pete Tha Zouk lança clipe da nova música “Learn 2 love - L2♥”



Copyright © 2013  Rio Music Conference. Todos os direitos reservados.

You are here: Home